As opções de Alcolumbre após deixar a presidência do Senado

Alcolumbre deixará a função de presidente em 01 de fevereiro




Davi Alcolumbre, presidente do Senado. Homem branco sentado em cadeira do tipo poltrona, ele está usando terno completo e aparenta estar abatido.
Presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM). Reprodução. Foto: Folha de São Paulo

Davi Alcolumbre (DEM), presidente do Senado Federal, avalia quais serão suas alternativas após deixar o comando da casa legislativa. Segundo as especulações atuais, o senador observa três possibilidades, a primeira delas seria se tornar vice-presidente da casa, já segunda seria virar Ministro do governo Bolsonaro. Por sua vez, a terceira é assumir a posição de presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), uma das mais importantes da casa.

Nesse sentido, caso o político assuma a frente da CCJ, ele será um dos responsáveis por conduzir a análise de um possível processo de impedimento do presidente Jair Bolsonaro.

O político do Amapá deixa o cargo no próximo dia 01 de fevereiro, quando serão eleitos os novos comandantes das casas legislativas. Davi Alcolumbre está apoiando Rodrigo Pacheco, também do Partido Democratas.

Lembra-se que os movimentos de Alcolumbre rumam para manutenção de sua relevância para o campo político. Especialmente, porque antes de assumir a gestão do Senado, o político era observado como alguém do baixo clero.

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Paulo Junior
Carregar Mais Em Política

Sobre Paulo Junior

Graduando em jornalismo pela UFCA. Um apaixonado por política, literatura e cinema.E-mail: [email protected]

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.