Áudio mostra que Queiroz continua influenciando em indicações políticas

Oito meses depois de ser exonerado do gabinete de Flávio Bolsonaro, o ex-assessor revela que continua sendo consultado sobre nomeações no Legislativo.

Áudio mostra que Queiroz continua influenciando em indicações políticas

Foto: Reprodução/Facebook

Um áudio obtido pelo Jornal O Globo, revela que o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, o policial Fabrício Queiroz, continua tendo influência na política nacional. Queiroz sugere a um interlocutor como proceder para fazer indicações políticas em gabinetes de parlamentares.

— Tem mais de 500 cargos, cara, lá na Câmara e no Senado. Pode indicar para qualquer comissão ou, alguma coisa, sem vincular a eles (família Bolsonaro) em nada”, diz Queiroz, no áudio, para depois complementar: 20 continho aí para gente caía bem pra c**.

Queiroz admitiu que mantém a influência por ter “contribuído de forma significativa na campanha de diversos políticos no Estado do Rio de Janeiro”. Por nota, o senador Flávio Bolsonaro negou que tenha aceitado indicações do ex-assessor e que mantenha qualquer contato com ele desde o ano passado.

Fabrício Queiroz é um dos principais envolvidos na investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro contra Flávio Bolsonaro, por movimentação financeira suspeita. A investigação começou após um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) ter identificado uma movimentação suspeita de 1,2 milhão de reais na conta de Queiroz entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017.

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Joedson Kelvin
Carregar Mais Em Política

Sobre Joedson Kelvin

Jornalista formado pela Universidade Federal do Cariri (UFCA). Fotógrafo experienciador que vê, escreve e sente, não necessariamente nesta ordem.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.

Instagram

Instagram has returned invalid data.

Siga-nos!