Câmara aprova auxílio de R$ 600 por mês para trabalhador informal

O “coronavoucher”, segundo o cálculos do governo, deve beneficiar 24 milhões de brasileiros

Michel Jesus/Câmara dos Deputados

Nesta quinta-feira, 26, a Câmara dos Deputados aprovou o pagamento de um auxílio emergencial por três meses, no valor de R$ 600,00, para pessoas de baixa renda em razão da pandemia do novo Coronavírus. Os deputados aprovaram o projeto em votação virtual do Plenário.

O texto do projeto prevê o pagamento para trabalhadores informais e microempreendedores individuais (MEI). Poderão ser pagos até dois benefícios por família. O candidato deve ter renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50). Ou renda familiar mensal (tudo o que a família recebe) de até três mínimos (R$ 3.135,00). A mulher que for mãe e chefe de família poderá receber R$ 1,2 mil.

O projeto agora irá para aprovação do Senado. Segundo o senador Eduardo Gomes, o projeto deverá ser votado na próxima segunda-feira, 30. A proposta inicial do governo era de 200 reais, mas o congresso passou para R$ 600.

Requisitos do projeto

Para ter acesso ao auxílio, a pessoa deve cumprir, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:
– ser maior de 18 anos de idade;
– não ter emprego formal;
– não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família;
– renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00); e
– não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70.

A pessoa candidata deverá ainda cumprir uma dessas condições:
– exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI);
– ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS);
– ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico); ou
– ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020.

Será permitido a duas pessoas de uma mesma família acumularem benefícios: um do auxílio emergencial e um do Bolsa Família. Se o auxílio for maior que a bolsa, a pessoa poderá fazer a opção pelo auxílio.

Já a renda média será verificada por meio do CadÚnico para os inscritos e, para os não inscritos, com autodeclaração em plataforma digital.

Na renda familiar serão considerados todos os rendimentos obtidos por todos os membros que moram na mesma residência, exceto o dinheiro do Bolsa Família.

Como o candidato ao benefício não pode ter emprego formal, o substitutivo lista o que entra neste conceito: todos os trabalhadores formalizados pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e todos os agentes públicos, independentemente da relação jurídica, inclusive os ocupantes de cargo ou função temporários, de cargo em comissão de livre nomeação e exoneração ou titulares de mandato eletivo.

Com informações da Agência Câmara de Notícias

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Rayssa Leonel
Carregar Mais Em Política

Sobre Rayssa Leonel

Graduada em Jornalismo pela UFCA - Universidade Federal do Cariri. Pesquisadora e caririense bem orgulhosa.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.

Instagram

  • @festivalexpocrato só ano que vem...
Vem 2021, lhe esperaremos ansiosamente!
  • Em uma vitória consagrada para o setor cultural brasileiro, a Câmara de Deputados aprovou a Lei de Emergência Cultural nesta última quarta-feira, 26. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A lei ajudará na aplicação de ações emergências de apoio ao setor durante o período de isolamento social, tão atingindo pela crise atual no Brasil e no mundo.

O time da cultura entrou em campo, unido, e venceu. Agora é no Senado!

#fooba #cultura #agoraenosenado
  • Tem Youtuber novo no Cariri! 🎬

O nosso colaborador @joedsonkelvin_ lançou hoje seu canal no YouTube, o Língua Solta, um espaço intimista onde ele irá compartilhar um pouco sobre suas vivências.

Jornalista, fotógrafo e muitas outras coisas. Joedson deixa claro que não é um problema que irá frear sua vida. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O Língua Solta está no ar. Vão lá na bio dele para conferir esse projeto lindo. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
#canallinguasolta #cariri #youtube
  • O Que Tem Pra Hoje? Programação cultural 23/5
Confira a programação de lançamentos de séries, shows e muito mais para esse sábado. #FiqueEmCasa

Link na Bio
  • Inep divulga nova data final para estudantes se inscrevem no Exame Nacional do Ensino Médio 2020 + informações no site, link na Bio 
#enem
  • Sextou! E olha quem apareceu: a nossa agenda cultural.
Confira o que tem pra hoje!
Tudo no site, link na Bio!
#serie #live #filme #show
  • Formação gratuita e online, no SESC de Juazeiro do Norte, por meio do projeto Rede SESC de Desenvolvimento Artístico Cultural.
+ Informações no site, link na Bio

#cariri #formacao #cultura #sesc
  • Confira tudo no Foobá, link na Bio!

Siga-nos!