Castello Branco, presidente da Petrobras, teria se recusado a injetar R$ 100 milhões na Record e no SBT

A informação foi trazida a público pelo jornalista Merval Pereira. Segundo ele, a negativa de Castello Branco teria sido o estopim final na relação entre o presidente da estatal e o Palácio do Planalto.




Edir Macêdo, Bolsonaro e Silvio Santos durante encontro ocorrido em 2019. Foto: Reprodução Twitter

De acordo com informações do colunista de OGlobo, Merval Pereira, o ainda presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, teria se recusado a atender um pedido do executivo federal. O pedido em questão seria alocar R$ 100 milhões em verbas publicitárias em duas emissoras específicas, o SBT, empresa do Grupo Silvio Santos, e a Record TV, pertencente ao Bispo Edir Macedo.

Merval detalha, ainda, que o executivo já vinha encontrando uma série de problemas na relação com o Palácio do Planalto, e que a negativa quanto ao uso da verba de publicidade foi apenas a gota derradeira de sua saída. Entretanto, o Governo vem preferindo adotar o discurso de que a demissão de Castello Branco se dá pela política de preços da estatal, uma das principais responsáveis pelos valores dos combustíveis no país.

Após a veiculação da matéria, Fábio Faria, Ministro das Comunicações do governo Bolsonaro, e genro de Silvio Santos, foi ao Twitter e declarou que a notícia era falsa. Ele disse: “Merval, quem te passou essa informação mente. E você mente, por consequência. Desde que assumi, todas as campanhas são distribuídas com base no market share [cota de mercado] e descontos, conforme orientações do TCU (Tribunal de Contas da União), e todas as emissoras participam, inclusive a sua [Grupo Globo].

Todavia, segundo dados da Secretaria Especial de Comunicação (Secom), no ano de 2020 SBT e Record receberam, respectivamente, oito e doze vezes mais verba publicitária do que a Rede Globo, atual líder de audiência no país. De acordo com informações do PNT (Painel Nacional de Televisão), a Rede Globo obteve média de 15,3 pontos de audiência em 2020, ante 5,8 da Record TV e 5,1 do SBT.

Castello Branco não renunciará

Havia uma grande expectativa no mercado financeiro sobre a saída de Castello Branco da Petrobras. Como anunciado pelo presidente Bolsonaro, o executivo deve deixar o cargo o quanto antes, já havendo inclusive um novo nome definido para o cargo, trata-se do General da reserva, Joaquim Silva e Luna. Porém, segundo informações da jornalista Miriam Leitão, Roberto Castello Branco permanecerá no cargo até o fim de seu mandato, programado para ocorrer em 20 de março.

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Paulo Junior
Carregar Mais Em Política

Sobre Paulo Junior

Graduando em jornalismo pela UFCA. Um apaixonado por política, literatura e cinema.E-mail: [email protected]

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.